Segurança e Qualidade Alimentar na Restauração

 

Comissão Coordenadora 

Prof. Doutor Carlos Brandão - Coordenador Geral: carlos.brandao@eshte.pt
Mestre Especialista Carlos Costa: carlos.costa@eshte.pt

Mestre Especialista João Villa de Brito: joao.villadebrito@eshte.pt

 

Curso Estabelecido pelo Despacho n.º 14605 de 2010

 

OBJETIVO CENTRAL DO CURSO

Este é um Mestrado inovador, não existindo em Portugal nenhuma oferta de especialização nesta área, com um elevado grau de especificidade no setor da Restauração.

 

Este Mestrado está estruturado de forma a disponibilizar conhecimentos científicos especializados e formar profissionais especialistas, aptos a decidir com confiança em Segurança e Qualidade Alimentar na Restauração. Neste sentido pretende-se atribuir uma formação especializada que, dê resposta ao disposto no Regulamento CE n.º 852/2004, que entrou em vigor em 1 de Janeiro de 2006, relativo à higiene dos géneros alimentícios.

 

PÚBLICO-ALVO

Podem candidatar-se ao curso:

  • Licenciados que exercem, ou pretendem exercer, atividade nesta área nomeadamente; Produção Alimentar, Hotelaria, Nutrição, Ciências Agrárias, Agroalimentares e afins.

  • Licenciados com atividades profissionais de relevo e relacionados com a restauração;
  • Os titulares de um grau académico superior estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciado pelo Conselho Técnico - Científico da ESHTE.
  • Quadros de empresas com responsabilidade na manutenção e/ou implementação de sistemas HACCP ou de auto-controlo alimentar: Diretores de operações, diretores gerais, diretores de F&B, chefes, responsáveis de compras/economato, ou aqueles que procuram um desempenho profissional nesta área. Caso seja titular de licenciatura frequentará o curso de especialização; caso contrário, frequentará o curso de formação avançada . Ambos os cursos funcionam em paralelo com o Mestrado. 

Funcionará um sistema de creditação de competências aplicável nos termos do Decreto-lei n.º 115/2013, de 7 de agosto.

 

COMPETÊNCIAS A PROMOVER

Gerais:

É objetivo primordial formar profissionais especialistas, aptos a decidir com confiança em Segurança e Qualidade Alimentar, sobretudo no sector da restauração. Os mestrandos devem ficar aptos a identificar os perigos e os riscos para a segurança alimentar associados aos vários produtos e processos do sector, a propor e implementar, com segurança, medidas que visem o seu controlo. Para além destes aspetos, procura-se que os discentes fiquem habilitados para a implementação de sistemas de qualidade total e especificamente adequados ao sector da restauração, pela disponibilização de ferramentas que lhes permitam operacionalizar estas componentes

 

Específicas:

Dominar técnicas e tecnologias aplicadas às especificidades do sector da Restauração

Conceber e desenvolver preparações culinárias adequadas a novas tendências e regimes alimentares específicos

Compreensão do sistema português da qualidade

Aplicar ferramentas de operacionalização de sistemas de qualidade

Implementar sistemas de qualidade

Realização de auditorias

Certificação de processos

Identificar, perigos e riscos associados a produtos e processos em restauração e catering

Participar em equipas de implementação e gestão de riscos em segurança alimentar

Desenvolver e implementar modelos de organização das actividades de saúde e segurança no trabalho, em contexto da realidade organizacional 

 

ESTRUTURA CURRICULAR

O Mestrado em Segurança e Qualidade Alimentar na Restauração apresenta-se estruturado em três módulos letivos, concentrados no primeiro ano:

 

A Disciplina de "Auditorias e Certificação" confere uma QUALIFICAÇÃO DE AUDITORES INTERNOS ISO 22000: com certificado a emitir pela SGS Portugal, entidade formadora acreditada pelo IQF (atual DGERT) e pela ESHTE.

 

Os módulos irão decorrer em simultâneo ao logo dos semestres, em grupos de 2 UC.

 

No âmbito deste Mestrado, a ESHTE dá a oportunidade da frequência de unidades de formação especializada nas áreas de Legislação e Normalização; Auditorias e Certificação e em Higiene e Saúde e Segurança no Trabalho, num formato flexível.

 

Assim, estas disciplinas, centradas na área da Restauração, ministradas por especialistas nas matérias e com um elevado enfoque de aplicação, podem ser frequentadas individualmente, ou em conjunto, sob a forma de um curso de formação avançada. Estas unidades de formação especializada dirigem-se aos interessados na área e que fundamentem o seu interesse na frequência dos cursos.

 

Módulo Catering – configurado para a formação técnico-prática em gastronomia e artes culinárias, pretendendo-se que os mestrandos adquiram um conjunto de conhecimentos gerais e específicos da área do catering. Com este módulo procura-se uniformizar os perfis de entrada de alunos de proveniências diversas.

 

Módulo Higiene e Segurança Alimentar – concebido para dotar os alunos de conhecimentos e metodologias aplicadas no âmbito da higiene e segurança alimentar, com especial enfoque na área da restauração.

 

Módulo Qualidade Alimentar – estruturado de forma a permitir a transmissão de saberes relacionados com o enquadramento da gestão da qualidade total, enfatizando, entre outras, as ferramentas, os sistemas, a componente legal e, a conceção de novos produtos.

As unidades curriculares na sua maioria irão ter seminários técnicos com convidados do sector da Restauração.

O segundo ano letivo contempla duas unidades curriculares (UC), Seminário de Metodologia I e II e ainda o Projeto.

 

As horas de contacto do aluno estão divididas em aulas teóricas, aulas teórico-práticas, seminários, horas de estudo, trabalhos práticos.

 

SISTEMA DE AVALIAÇÃO

A avaliação em cada uma das UC da parte escolar do curso tem um caráter individual, dela constando a realização de trabalhos escritos (individuais ou em grupo), exposições orais e/ou outras formas de avaliação consideradas adequadas aos temas em estudo.

 

O resultado da avaliação em cada UC será expresso numa escala de números inteiros de 0 a 20 valores.

 

A aprovação em cada disciplina depende da obtenção de uma classificação final igual ou superior a 10 valores.

 

A classificação da parte escolar do Curso calcula-se pela média ponderada em função dos ECTS, das classificações obtidas nas unidades curriculares que o constituem. A classificação final do ciclo de estudos de mestrado é expressa de acordo com o estipulado no artigo 24.º do Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de março, ou seja, dentro do intervalo 10-20 da escala numérica inteira de 0 a 20, bem como no seu equivalente na escala europeia de comparabilidade de classificações. A classificação final corresponderá à média da classificação obtida na parte escolar do curso com a da dissertação, ponderada pelos créditos correspondentes (ECTS) obtidos em cada um destes blocos. 

 

HORÁRIO DA COMPONENTE LETIVA

Regime pós-laboral - 2.ª, 3.ª e 4.ª feira | 18h00 às 22h00

 

CANDIDATURAS* | CRITÉRIOS DE SERIAÇÃO

Horário de atendimento telefónico - 2.ª a 6.ª feira - 9h00-12h30 | 14h00-17h30 - Telefone | 210 040 725 / 29 | E-mail | gab.comunicacao@eshte.pt

 

Formalização de Candidaturas: candidaturas, condições de admissão e pagamentos 

 

Para efectuar o processo de candidatura, o qual se realiza exclusivamente on-line, o candidato deverá aceder ao Portal de Candidaturas. Sugerimos que aceda ao Guia do Candidato onde há um exemplo passo a passo.
 
*A instrução do processo de candidatura é da inteira responsabilidade do candidato.
 

 

Documentação:

  • Cartão de Cidadão / Bilhete de Identidade
  • Cartão de Contribuinte 
  • Certificado de habilitações (1) 
  • Curriculum Vitae devidamente comprovado (todos os documentos anexos ao currículo, deverão ser confirmados através de fotocópias autenticadas (2) ou de documentos originais)
  • Carta de motivação com um máximo de 500 palavras (obrigatória)
  • Carta de recomendação (opcional).

(1) Caso não tenha o certificado de licenciatura o candidato deverá anexar uma declaração escrita onde, sob compromisso de honra, se compromete à apresentação dos documentos em falta até à data de 15 de dezembro. A não apresentação dos mesmos até essa data implica a anulação da candidatura e matrícula, sem direito a devolução dos valores já cobrados.

 

 

Vagas (numerus clausus)

30 vagas*

*número mínimo de inscritos para a abertura do curso: 15

 

Critérios de seriação 

Os critérios de seriação serão aplicados apenas caso o número de candidatos ultrapasse o numerus clausus definido

As candidaturas serão apreciadas pela Comissão Científica e Executiva do Mestrado em Segurança e Qualidade Alimentar em Restauração

Corrigir também esta expressão no texto do Mestrado, a qual decidirá sobre a situação de cada interessado, definindo as correspondentes creditações e planos de estudo.

Por outro lado, os candidatos serão selecionados pela Comissão Científica e Executiva do Mestrado em Segurança e Qualidade Alimentar em Restauração, com base na aplicação sucessiva dos seguintes critérios:

i) Classificação obtida na licenciatura ou em cursos de Pós-Graduação, Formação Avançada ou equivalente;

ii) Curriculum vitæ do candidato, nomeadamente, académico, científico e técnico;

iii) Declaração dos objetivos e motivação da candidatura;

iv) Resultado de entrevista individual, quando tal for considerado necessário pela Comissão Científica e Executiva do Mestrado em Segurança e Qualidade Alimentar em Restauração.

Será dada preferência a antigos alunos dos cursos de licenciatura e de cursos de Pós-Graduação, Formação Avançada (ou equivalente) da ESHTE e a quadros de empresas ou de organismos públicos com mais de 2 anos de experiência profissional, até ao limite de 30% das vagas disponíveis. 

 

Emolumento de candidatura | 75€

O emolumento de candidatura só será devolvido caso o curso não abra. Para este efeito o candidato deverá guardar o respetivo recibo.  As candidaturas só serão consideradas válidas se o pagamento for efetuado dentro do prazo limite para formalização das mesmas.

 

Em caso de admissão:

Matrícula | 30€

Inscrição | 15€

Seguro Escolar | 15€ 

 

Modalidades de Pagamento das Propinas:

1.ª opção:

• 100% aquando do ato da matrícula / inscrição.

2.ª opção:

• 1.ª prestação aquando do ato da matrícula / inscrição: 25%

• 2.ª prestação a pagar entre 01/12/2017 e 15/12/2017: 12,5%

• 3.ª prestação a pagar entre 01/01/2018 e 15/01/2018: 12,5%

• 4.ª prestação a pagar entre 01/02/2018 e 15/02/2018: 12,5%

• 5.ª prestação a pagar entre 01/03/2018 e 15/03/2018: 12,5%

• 6.ª prestação a pagar entre 01/04/2018 e 15/04/2018: 12,5%

• 7.ª prestação a pagar entre 01/05/2018 e 15/05/2018: 12,5%

 

Download Propinas aplicáveis ao ano letivo de 2017/2018

 

Despacho n.º 76/PRES/ESHTE/2017 | Pagamento de Propinas de Mestrados | 2017-2018