Mobilidades e Relações Internacionais

Bem-vindos à ESHTE!

Na ESHTE temos um lema: “Ensinamos a inovar e inovamos a ensinar”. Há que acrescentar a palavra ‘acolher’ a esta máxima de formação de nível superior inserida numa dinâmica inerente à indústria da Hospitalidade. Há quase uma década que a ESHTE acolhe alunos internacionais e também envia os seus ‘diplomatas’ rumo aos quatro cantos do mundo, seja através dos seus estágios, de programas comunitários ou de acordos de intercâmbio.
Prova de que o sucesso tem pautado a ação da ESHTE Internacional é o crescente número de alunos que enviamos, mas também o de jovens que, cada vez mais, decidem vir estudar connosco. Começam por ser visitantes estrangeiros, mas cedo se tornam membros da ‘Família ESHTE’ e, na hora da despedida, compreendem bem o sentido cultural da palavra ‘Saudade’.          
Para ti que, pela primeira vez, entras no nosso site, fica o convite: prepara essas malas e participa nesta grande aventura de internacionalização em Portugal!
 
Missão
Serviço de operacionalização das relações internacionais, em particular nas relativas às redes de ensino superior, pesquisa e profissionais transnacionais, que integra como parceira.
Competências de coordenação, acompanhamento e apoio a iniciativas de internacionalização do ensino, da investigação e da prestação de serviços, designadamente no âmbito da cooperação e da mobilidade académicas da ESHTE.
 
 
Objetivos operacionais
Coordenar e apoiar as relações e as ações de cooperação no âmbito da internacionalização do ensino e da consequente mobilidade académica;
Recolher e tratar informação sobre programas/iniciativas de cooperação e mobilidade académica, bem como sobre o seu financiamento e respetivos procedimentos administrativos;
Divulgar, promover, apoiar, executar e monitorizar internamente todas as iniciativas enquadráveis no seu âmbito de ação;
Estabelecer contactos com os organismos similares, nacionais ou estrangeiros;
Promover, apoiar, executar e acompanhar a mobilidade de estudantes, pessoal docente e não docente;
Desempenhar o papel de gabinete de ligação com as redes internacionais de que a ESHTE seja membro.
 
 
Equipa
Previsto no Artigo 87.º, número 1, alínea i) dos Estatutos da ESHTE, o Gabinete de Mobilidade e Relações Internacionais é constituído por uma estrutura hierárquica composta por um responsável pelo Gabinete, coordenadores de Programas e pessoal técnico dedicado.
 
Gabinete, coordenadores de Programas e pessoal técnico dedicado:
 

Coordenador

Mestre Nuno Ricardo Dias | ricardo.dias@eshte.pt           


Serviços Técnicos  
 
Erasmus+ Mobilidades para estudos Outgoing
Dr.ª Teresa Oliveira | teresa.oliveira@eshte.pt
 
Erasmus+ Mobilidades para estudos Incoming | Alunos, Docentes e não Docentes
Dr.ª Maria de Jesus Perdigão | maria.jesus@eshte.pt
 
Erasmus+ Mobilidades para Estágios
Cláudia Pena | claudia.pena@eshte.pt
 

Curso de Língua e Cultura Portuguesa | Portuguese Language and Culture Course (PLCC) - 2017/2018:

Organização do Curso: maria.jesus@eshte
 

Contactos e Horário de Atendimento

 
 
Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril
Gabinete de Mobilidades e Relações Internacionais
Av. Condes de Barcelona, nº808
2769-510 Estoril
Portugal

Telefone Geral: +351 210 040 700
Fax: +351210040719
Cacifo: nº 47
 
 
Tel: +351 210 040 743
 
 
Horário de Atendimento
 
1. Horário de Atendimento presencial em período letivo | Alunos (ver calendário escolar das licenciaturas)

 

2.ªF - 15h00-17h00

3.ªF - 10h00-12h00 / 15h00-17h00

4.ªF - 10h00-12h00

5.ªF - 10h00-12h00 / 15h00-17h00

6.ªF - 15h30-17h00

 

 2. Horário de Atendimento presencial em período de pausas letivas | Alunos (ver calendário escolar das licenciaturas)

 

2.ªF - 15h00-17h00

3.ªF - 10h00-12h00 / 15h00-17h00

5.ªF - 10h00-12h00 / 15h00-17h00

6.ªF - 15h30-17h00

 

MOBILIDADE ERASMUS

 

Mais informações e formulários disponíveis na intranet dedicada ao Programa Erasmus
 
MOBILIDADE BRASIL (No âmbito de Protocolos em Vigor)
 
Dr.ª Maria de Jesus Perdigão | maria.jesus@eshte.pt
 
A ESHTE, através dos protocolos de intercâmbio assinados com universidades similares do Brasil, possibilita a mobilidade de alguns dos seus alunos, por um período de um semestre.
O programa académico a cumprir pelos alunos nesta mobilidade deverá estar de acordo com a grelha curricular aprovada em Conselho Científico e que resultou de uma análise prévia dos planos curriculares dos diferentes cursos ministrados nas IES parceiras.
 

Escolas Parceiras

UCS | Universidade de Caxias do Sul

Canela, Rio Grande do Sul 
Brasil

 

UNISUL | Universidade do Sul de Santa Catarina 

Florianópolis, Santa Catarina 
Brasil

 

FACHA | Faculdades Integradas Hélio Alonzo 
Botafogo, Rio de Janeiro
Brasil

 

Documentos
Regulamento 
Ficha de candidatura 
Formulário de creditação

Formulário de creditação de competências

Formulário de aluno Brasil - Incoming

 

 

MOBILIDADE ITÁLIA 
 
Bolsa de Estudo para Língua Italiana
 
Todos os anos a Escola Dante Alighieri de Castelraimondo, na Região de Le Marche, em Itália, faculta 10 bolsas de estudo para estudantes da ESHTE que queiram passar 4 semanas perto de Camerino a realizar cursos intensivos de língua e cultura italiana.

As bolsas referidas ajudam os alunos selecionados a financiar parte deste curso, o qual inclui ainda várias atividades sociais, visitas culturais guiadas, bem como alojamento em quarto duplo.

Os interessados terão de pagar a sua viagem, despesas pessoais e a restante prestação da propina do curso de italiano.

A operacionalização desta oferta de formação aos nossos estudantes consiste numa estreita colaboração entre a ESHTE internacional e a área científica de Outras Línguas e Culturas Estrangeiras, coordenada pelo Prof. Doutor Miguel Brito.

 

Escola Parceira em Camerino

 

Scuola Dante Alighieri 
Via E. Mattei, 69
62022 Castelraimondo
(MC) ITALIA

MOBILIDADE MACAU

 

Dr.ª Maria de Jesus Perdigão | maria.jesus@eshte.pt
 

Informações

Esta mobilidade destina-se a alunos da ESHTE que pretendam frequentar um semestre do 2.º ou 3.º ano Curricular do Curso de licenciatura na escola Parceira em Macau: IFT de Macau

 

  • Quanto tempo dura a mobilidade?

Um semestre (de fevereiro a maio)

 

  • Há bolsa?

Não

 

  • As Propinas são pagas na ESHTE ou na Instituição de Destino?

São pagas na ESHTE nos termos de aluno normal.

 

  • Que Unidades Curriculares podem ser frequentadas?

A escolha das Unidades Curriculares deve ser realizada em conjunto com o Diretor de Curso e sujeitas a aprovação em sede de Conselho Técnico Cientifico da ESHTE, tendo em atenção que o n.º de ects a realizar tem que ser igual àqueles que seriam realizados caso continuasse na ESHTE.

 

  • Como e onde é realizada a Avaliação?

A avaliação das unidades curriculares é feita na Instituição onde as mesmas são frequentadas, sendo posteriormente ratificadas na ESHTE de acordo com a Tabela de equivalências acordada entre as Instituições de Ensino Superior.

 

  • Como realizar a candidatura?

Contacte o responsável operacional (maria.jesus@eshte.pt) que lhe fornecerá todos os formulários necessários para esta candidatura.

 


Documentos

 

Concurso 2016/2017

 

MOBILIDADE VASCO DA GAMA

 

Dr.ª Maria de Jesus Perdigão | maria.jesus@eshte.pt
 

O que é? 
O Programa Vasco da Gama surge como iniciativa Nacional, de origem no CCISP (Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos), que possibilita a mobilidade de alunos entre instituições públicas de ensino superior politécnico nacionais (território Português continental e Ilhas). 
Os estudantes que desejem participar neste programa poderão realizar um período de mobilidade em qualquer Instituto Politécnico Nacional, estudos por um período de seis meses a um ano lectivo.
Para o efeito os alunos interessados em participar deverão preencher e entregar uma Ficha de Candidatura e um Programa de Estudos no Gabinete de Mobilidades Relações Internacionais, devidamente assinados pelas entidades indicadas neste último documento. 
O facto de uma instituição integrar o programa Vasco da Gama não a obriga a receber os estudantes de outra instituição. Esta mobilidade é sempre pontual, verificada caso a caso e depende da disponibilidade da instituição recetora. 
O presente programa não tem qualquer apoio financeiro para além daquele de que o estudante já beneficie através dos NAS.

Início da mobilidade: poderão beneficiar desta mobilidade a partir do segundo semestre de cada ano académico.

 

Documentos